Entretenimento

Camila Camargo, a Cams ASMR, faz sucesso com vídeos relaxantes na internet: “faz dormir”

Novo fenômeno na internet, o ASMR – sigla em inglês de Resposta Sensorial Autônoma do Meridiano –, é uma mistura de sussurros, toques em superfícies, sons com a boca e recursos visuais ou lúdicos para acalmar, causar arrepios e fazer dormir. No TikTok e no YouTube, as lives de ASMR estão bombando e ganhando cada vez mais apaixonados pela técnica.

Chamadas de ASMR artists, as influencers que fazem esses vídeos estão entre as mais seguidas da internet. Não à toa, faturam com isso também. Camila Camargo, 24 anos, é uma delas.  Conhecida como Cams ASMR, ela tem quase 1 milhão de seguidores na web e hoje vive disso. Está presente no YouTube, TikTok e Instagram.

Por meio das lives, as pessoas podem ‘doar’ valores que vão de R$ 1 a R$ 10 mil. Em troca, o público faz pedidos de ‘gatilhos’ e interagem no chat. Muitas influencers, incluindo a Cams ASMR, investem pesado em novidades, recursos e objetos para encantar e fidelizar seus seguidores. “O ASMR relaxa e faz dormir, é uma experiência diferente e curiosa. Eu sempre imaginei que em algum momento o ASMR se tornaria algo estourado e o TikTok ajudou muito na divulgação”.

Estudante de psicologia, Cams ASMR criou seu canal em 2017, quando a técnica era pouco conhecida e nem era febre. A ideia, desde o início, era ajudar outras pessoas que sofriam com insônia e ansiedade.

Acompanhe a entrevista com a influencer:

Como você descobriu o ASMR?

Cams ASMR: Eu estava assistindo YouTube e do nada apareceu um ‘vídeo recomendado’. Era uma mulher gringa na tela. Eu fiquei curiosa e fui ver. Quando eu abri o vídeo, ela surgiu sussurrando e batendo as unhas em objetos. Eu comecei a ficar com sono. Achei tão estranho o que estava acontecendo, pois como ela era gringa eu nem entendia o que ela estava falando, mas o que ela estava fazendo – depois fui entender que era tapping, quando fica tocando objetos – de alguma forma me relaxava, apenas pensei: ‘meu Deus, o que é isso?’. Um tempo depois apareceu mais um vídeo, agora da Gaúcha ASMR – que é uma brasileira. Lembrei que já tinha visto algo parecido e fui pesquisar mai. A partir daí nunca mais dormi sem assistir ASMR.

Em que momento você decidiu lançar seu canal no YouTube e a fazer lives no TikTok? Se inspirou em alguém?

Cams ASMR: Criei o meu canal em 2017, eu já consumia muito conteúdo de ASMR, então eu pensei: ‘quero ajudar outras pessoas também, pois o ASMR me ajudava muito’. Porém, eu tinha muita vergonha de mostrar o meu rosto por medo de pessoas conhecidas ver o canal e tirar sarro de mim. Parece meio bobo, mas em 2017 o ASMR ainda não era muito conhecido, então eu gravava vídeos sem mostrar o meu rosto inteiro. Na época também não tinha microfone, nem cenário, apenas sentava no chão com meu celular e gravava. Eu me inspiro muito em canais aleatórios e a maioria gringo, o que eu mais gosto de me inspirar ultimamente é o Batala’s ASMR.

O ASMR se tornou um fenômeno, muita gente inclusive só consegue dormir com a técnica. Você imaginava esse boom?

Cams ASMR: Sempre imaginei que em algum momento o ASMR se tornaria algo estourado. Eu pensava: ‘meu Deus todo mundo deveria passar por essa experiência um dia’. Acredito que com o TikTok, o ASMR conseguiu conquistar um público muito maior e se expandir. Claro, o YouTube já era bem conhecido, mas não tem jeito, o TikTok esta bombando, são tantas pessoas na plataforma que acredito que isso é um dos principais motivos para crescer tanto. E como é algo diferente o pessoal fica curioso e vai pesquisar mais sobre.

Hoje é possível viver de ASMR? Além disso, vc trabalha com outra coisa ou estuda? Conte mais.

Cams ASMR: Simmm (risos). Hoje em dia eu trabalho apenas com o ASMR, com o meu canal (vídeos e lives) e com o TikTok com as lives diariamente, mas tive que me esforçar bastante para conseguir isso, principalmente para conquistar meu público fixo. Além de me dedicar a os conteúdos de ASMR, que faço todo dia, também estudo psicologia. Acho que a coisa de querer ajudar as pessoas esta no sangue mesmo (risos), estou no 7º semestre da faculdade.

No início, sofreu algum tipo de preconceito por se tornar uma ASMRartist?

Cams ASMR: Acho que sofro preconceito até hoje. No começo com certeza era bem pior, algumas pessoas (até mesmo da minha família) não acreditavam que isso daria certo, pensavam que era somente uma coisa de momento. Eu via que muitos pensavam: ‘meu Deus, o que a Camila está fazendo da vida?’.  Poucas pessoas acreditavam que eu conseguiria chegar aonde estou hoje. Hoje ainda existe preconceito, porém a minha família já me apoia bem mais.

Há quem não goste de ASMR. Como você lida com os haters?

Cams ASMR: Muitas pessoas entram nas minhas lives apenas para falar coisas ofensivas ou tentar me tirar do sério, me xingando, fazendo piadinhas. Mas eu sempre falo que eu tento focar nas pessoas que gostam de mim, não faz sentido para mim ficar respondendo haters se tem pessoas que gostam de mim e valorizam o meu trabalho e os meus vídeos. Então na maioria das vezes eu apenas bloqueio e sigo em frente. Claro, tem aquelas pessoas que me irritam e às vezes acabo dando uma resposta grosseira antes de bloquear.

Você grava vídeos bem variados. Como é a sua rotina e quais são as suas maiores dificuldades?

Cams ASMR: Minha rotina é toda de madrugada. Eu começo as lives às 22h e termino por volta das 2h da manhã. Em seguida eu já me preparo para gravar vídeos para o canal. E essa rotina precisa ser de madrugada, pois é o momento que as pessoas aqui de casa estão dormindo, e o pessoal da rua também. Praticamente não tem barulho. O ASMR exige silêncio absoluto para o relaxamento, então eu tenho uma rotina invertida da maioria das pessoas. Acredito que a maior dificuldade para mim é inovar nos gatilhos, pensar em objetos novos para trazer para lives e vídeos. Além disso, pensar em conteúdo diferente para atualizar Instagram, TikTok e o YouTube. Eu sempre tenho picos de ideias, principalmente na hora de dormir. Já acordo rapidinho e anoto tudo para não esquecer. Me dedico bastante.

Quais os gatilhos preferidos pelos seus fãs? E qual o seu gatilho preferido?

Cams ASMR: Nas lives do TikTok com certeza os preferidos são: espuma – quando eu basicamente pego uma espuma de barbear e coloco no microfone (antes disso coloco papel plástico para proteger) –, piolho – sei parece estranho, mas eu finjo que estou tirando piolho do cabelo da pessoa e faço – e tapping, quando pego um objeto aleatório e fico batendo com as unhas nele. No YouTube o pessoal gosta muito de vídeos com algum tipo de interação. O vídeo ‘maquiando você, por exemplo, é um dos queridinhos. Já o favorito é ASMR com sons de embalagens. Adoro quando as pessoas compram coisas e fazem ASMR abrindo e mostrando. Eu fico caidinha de sono (risos).

Para finalizar, o que as pessoas podem esperar de você e do seu canal?

Cams ASMR: Muito soninho e relaxamento (risos). Trabalho diariamente para ser melhor para meus seguidores. Pode parecer clichê, mas eu amo fazer isso. Eu amo sentar todo dia ali no meu cantinho e abrir lives. Ler mensagens como: ‘Cams, estava te esperando para dormir’. Isso me motiva cada dia mais, saber que de fato, o meu trabalho ajuda mesmo as pessoas. E mais, que tem pessoas que dormem me ouvindo. Ainda não me acostumei em ter fãs, é tão incrível, eles falam que me amam, mas definitivamente eu amo cada um deles. Sou muito grata, pois eu só me tornei a Cams ASMR porque eles estão comigo, me acompanhando e me apoiando. Então eu realmente trabalho com muito amor, para conseguir passar isso para todos. O ASMR é algo incrível e existem milhares de formas de fazê-lo. Quando alguém me fala que não gostou, eu sempre digo: ‘é porque você não achou o ASMR ideal’. Sou apaixonada por ASMR e pretendo continuar ajudando muitas e muitas pessoinhas a dormirem.

Acompanhe nas redes sociais:

Instagram: @cams_asmr

TikTok: cams_asmr

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais lidas

To Top